Acredite nos que buscam a verdade... Duvide dos que encontraram! (A.Gide)

30 junho 2009

Lula na África: mera solidariedade ou solidadriedade + estatégia?

.
Sabe aquelas viagenzinhas demagógicas e sem sentido pra países sem interesse, com que o Lula fazia turismo fugindo da obrigação de governar?  Leia, depois comento.
.

Lula participa como convidado da cúpula da União Africana
da Agência EFE - 30/06/2009
 
Trípoli, 30 jun (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chega hoje a Trípoli, onde provavelmente se reunirá com o líder líbio, Muammar Kadafi, antes de participar amanhã da 13ª Cúpula da União Africana (UA), na qual discursará como convidado.

Segundo informaram à Agência Efe fontes da Presidência brasileira, Lula chegará a Trípoli às 13h40 locais (9h40 de Brasília) e é provável que se encontre hoje com Kadafi antes de viajar à cidade líbia de Sirte, onde acontecerá a cúpula.

A participação do presidente na reunião da UA representa um novo passo no fortalecimento das relações entre o Brasil e o continente africano, que aumentaram consideravelmente nos últimos seis anos.

Em 2003, o volume da troca comercial entre Brasil e África era de aproximadamente US$ 5 bilhões ao ano, enquanto em 2008 chegou a cerca de US$ 26 bilhões. [mutiplicado por 5,2 em 5 anos]

Lula realizou 10 viagens a países africanos desde que assumiu a Presidência, e a presença diplomática brasileira no continente aumentou consideravelmente, com 34 Embaixadas atualmente.

Por isso, o comércio com os países africanos já representa 7% da balança exterior brasileira.

Durante sua participação na cúpula, Lula assinará três convênios entre Brasil e a UA que tem como objetivo reforçar a cooperação para o desenvolvimento.

Durante a visita ao Brasil em maio do presidente senegalês, Abdoulaye Wade, Lula destacou a herança africana do país, que possui "a maior população negra fora da África".

"A África não aparece apenas na cor da pele dos brasileiros, mas também nas almas e nos costumes de cada um de nós", afirmou.  
http://noticias.uol.com.br/ultnot/efe/2009/06/30/ult1808u142734.jhtm
 

.
Bom, eu sempre chamei isso de visão histórica, de atos de estadista...  Construir uma posição melhor para o país no mundo, sustentada em relações bilitarais múltiplas e não na dependência em relação a esta ou aquela potência tradicional...
.
... como estatégia na direção da conquista duradoura de melhores condições para o seu próprio povo. Num mundo globalizado NÃO EXISTE solução interna sem começar por garantir primeiro as relações externas!
.
Agora, se você acha que o que ele deveria fazer é algo assim como mandar tapar os buracos na rua da sua casa... Ou quem sabe pior: botar o rabo entre suas pernas de operário burro pra deixar a brilhante elite paulista governar...  (Zé Ralf)
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário