Acredite nos que buscam a verdade... Duvide dos que encontraram! (A.Gide)

19 janeiro 2009

petição Tribunal Penal Internacional para Israel

Já estou dentro. Para quem precisa de razões, há diversas nos posts anteriores do meu blog, e ainda virão mais - inclusive apontando os aspectos ditos teológicos envolvidos. Mas vamos logo - não dá pra deixar a questão esfriar mais uma vez. Estamos sendo pessoalmente agredidos a cada agressão dessas à humanidade! (Ralf)


  Israel deve ser julgado pelo Tribunal Penal Internacional
- Petição universal
-

LINK NO PÉ DA PÁGINA PARA ASSINAR 


Por volta de 300 ONG e associações solicitarão que o Fiscal do Tribunal Penal Internacional investigue os crimes de guerra cometidos por Israel em Gaza. O apoio da cidadania é indispensável. Pede-se para assinar e difundir esta «petição universal». É urgente.

Ao Fiscal do Tribunal Penal Internacional (TPI)

O Direito é a marca da civilização humana. Cada progresso da humanidade coincidiu com a consolidação do Direito. O desafio que nos impõe a agressão de Israel contra Gaza consiste em afirmar, no meio do sofrimento, que à violência deve responder a justiça.

Crimes de guerra? Apenas os tribunais os podem condenar. Mas todos devemos dar testemunho, pois o ser humano só existe na sua relação com os outros. As circunstâncias dão toda a sua dimensão ao artigo 1º da Declaração Universal dos Direitos Humanos: «Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados como estão de razão e consciência, devem agir uns para os outros em espírito de fraternidades».

A protecção dos povos, não a dos Estados, é a razão de ser do Tribunal Penal Internacional. Um povo sem Estado é o mais indefeso de todos e, ante a História, encontra-se situado sob a protecção das instâncias internacionais. O povo mais vulnerável deve ser o mais protegido. Ao assassinar a população civil palestiniana, os carros de combate israelitas fazem sangrar a humanidade. Lutámos para que o poder do Fiscal geral esteja ao serviço de todas as vítimas e esta competência deve permitir que o mundo inteiro receba uma mensagem de esperança, a da construção de um Direito Internacional baseado no direito das pessoas. E, juntos, um dia poderemos prestar homenagem ao povo palestino por tudo aquilo com que contribuiu para a defesa das liberdades humanas.

Campanha iniciada em 19/01/2008

Para participar visite a página
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário