Acredite nos que buscam a verdade... Duvide dos que encontraram! (A.Gide)

23 outubro 2009

de como Teoria Política virou Teologia - ou: o novo FEBEAPÁ e o Judas que o pariu

De repente o país inteiro está discutindo as relações entre Jesus e Judas, como se isso tivesse alguma relevância para o que o Lula quis dizer na entrevista reproduzida no post anterior. Isso é pura reedição do FEBEAPÁ ("Festival de Besteira que Assola o País", segundo o humorista Stanislau Ponte Preta, nos anos 60).
 
O ÚNICO aspecto relevante da menção de Lula a Jesus e Judas não vem sendo nem mencionado: ele disse "Se Jesus Cristo viesse para cá, e Judas tivesse votação num partido qualquer, Jesus teria de chamar Judas para fazer coalizão."
 
Isso é uma aula sobre a natureza da democracia representativa, senhores - sobre uma coisa que só será superada um dia com alguma forma de democracia (mais) direta: o que ele quis dizer é "não importa se pessoalmente o cara é o teu maior inimigo, se foi votado ele representa algum setor da sociedade, e você não tem o direito de ignorar O SETOR DA SOCIEDADE que o elegeu".
 
Aula de teoria política, ponto. Mas quando o dedo aponta uma estrela, as pessoas ficam dizendo "oh" para o dedo! É ou não é FEBEAPÁ?

Nenhum comentário:

Postar um comentário