Acredite nos que buscam a verdade... Duvide dos que encontraram! (A.Gide)

15 março 2008

desculpem, amigos vegetarianos, mas não resisti...

Gente, tenho visto na net o seguinte desenho super bem-intencionado como campanha pró-vegetarianismo, mas olhando bem não tive como não ver que a formulação se presta uma leitura um tanto diferente da intenção original... Aí vai (desenho + interpretação):
MORALIDADE: só coma o animal
que você ama... 
:-)
................................................
Ralf Rickli • arte em idéias, palavras & educação
http://ralf.r.tropis.org • (11) 8552-4506

32 comentários:

  1. sem comentários.. qnta falta de percepção.

    ResponderExcluir
  2. "só coma o animal que você ama... :-)" ehauhseuahusheuahseuahuseh

    ResponderExcluir
  3. ou ame tds e não coma nenhum =)
    prefiro essa

    ResponderExcluir
  4. graças a pessoas como você o mundo é essa merda :)

    ResponderExcluir
  5. É engraçado que 9 meses depois da postagem dessa brincadeira ela continue recebendo comentários inesperados. Concordando ou discordando, eu ficaria muito feliz com isso... se os comentários NÃO FOSSE ANÔNIMOS.

    O último comentário diz "graças a pessoas como você o mundo é essa merda". Não sei a qual merda o autor se refere, pq o mundo é altamente múltipo e eu não conheço uma merda só, conheço muitas... E também muitas flores.

    Mas tudo o que já tive a oportunidade de conhecer me mostrou que duas das coisas que produzem das merdas mais fedidas são: (1) falta de senso de humor; (2) atuação anônima, ou seja: que tenta não assumir as conseqüências das próprias ações (o que é o sentido da palavra 'carma'). Não tenho dúvidas, inclusive, de que a VIOLÊNCIA INVISÍVEL embutida nessas duas posturas é maior que a embutida no carnivorismo e até mesmo no canibalismo.

    Comentários são bem-vindos - mas, por favor, ASSINE. Se não assinar você sequer merece estar comentando nenhuma palava ou ação de ninguém mais!

    ResponderExcluir
  6. graças a pessoas como você o mundo é essa merda [2]

    ResponderExcluir
  7. Caríssimo anônimo, já que você tem a capacidade de enxergar conexões de causa e efeito que eu não enxergo, peço a bondade de me EXPLICAR, demonstrar... Aí quem sabe eu possa melhorar em alguma coisa. Se não fizer, estará sendo conivente com a merda que vc diz que surge através de mim, e em última análise o verdadeiro responsável!!

    Aproveitando: FELIZ 2009 PRA QUEM FOR DE BOM-QUERER!!

    ResponderExcluir
  8. só coma o animal
    que você ama... :-)
    - nao entendi muito, eu sou vegetariana, vc quiz dizer no sentido em que as pessoas nao comeriam os animais que amam? tipo, eh obivio que nao comeriam seu cachorro, entao iriam pensar? bom, sei la !

    ResponderExcluir
  9. Obrigada pelo seu comentário, Abilaine. Acho que vai ser preciso esclarecer que com essa brincadeira eu NÃO estava me posicionando quanto ao vegetarianismo nem o carnivorismo (apesar de alguns povos como chineses e coreanos comerem gatos e cachorros sim).

    Meu assunto aqui não foi a alimentação, e sim a LINGUAGEM, as armadilhas da COMUNICAÇÃO COM PALAVRAS - pois é ESSA a minha especialidade, não outra. Acontece que, embora bem intencionado, o slogan em questão foi MAL REDIGIDO. A língua portuguesa às vezes é muito sutil. O que se queria dizer ficaria inequívoco se o slogan fosse: "Animais: por que alguns você ama, e outros você come?" - Mas O JEITO QUE ESTÁ REDIGIDO sugere em primeiro lugar: "se você ama alguns animais, você não deveria comer OUTROS". Não sou eu que estou dizendo, entende? Estou apenas apontando que essa é a mensagem inevitavelmente implícita na forma bem intencioada porém mal redigida em que o slogan foi divulgado.

    Mas existe aí também um SEGUNDO passo humorístico. Talvez VOCÊ não ache graça em humor com conotações sexuais, mas te digo que mais de 90% dos brasileiros ACHA graça nesse humor; é uma parte integrante forte na cultura brasileira, de origem indígena - por isso é etnocêntrico e arrogante quando pessoas de cultura fortemente europeizada viram as costas para essa característica da cultura popular majoritária, desprezando-a como vulgar.

    A questão aqui tem a ver com o outro sentido do verbo "comer", no português coloquial, que é manter relações sexuais. Com esse sentido, a redação que está lá sugere que se trate de UMA CAMPANHA PELA MONOGAMIA, e não pelo vegetarianismo, tornada ainda mais cômica por chamar o parceiro (evidentemente HUMANO) de "animal", de um modo como certa população machista mais bruta ainda faz (p.ex., dizer "mulher é bicho burro").

    Ou seja, tirado do contexto do desenho o slogan poderia significar: "só faça sexo com quem você ama, e não com outros", porém da forma extremamente canhestra, atrapalhada, de algum brutalhão que estivesse tentando ser delicado ou correto... E para quem não é desprovido de senso de humor essa imagem É engraçada, porque estapafúrdia.

    O humor é uma das características exclusivas mais importantes do ser humano. Sobretudo o SABER RIR DE SI MESMO, inclusive das suas próprias convicções e crenças (SEM deixá-las de levar TAMBÉM a sério) é um indicador inequívoco da saúde mental e emocional. As violências mais terríveis foram perpetradas por líderes que não tinham senso de humor - que só se levavam a sério.

    Tudo isso está implícito na minha brincadeira com o slogan bem intencionado porém mal redigido dessa campanha em prol do vegetarianismo. Será que agora está mais claro?

    Abraços a tod@s!!

    ResponderExcluir
  10. Só eu, dona Sociedade? Só eu?
    hahahahahhahahahahaha digo eu... :-D

    ResponderExcluir
  11. Aí você finalmente falou uma verdade inquestionável, garota: realmente, "tem gente que não se manca".

    A propósito, muito obrigado: eu & meus amigos temos rido às gargalhadas com a inteligência dos comentários que vcs vêm deixando nesta página...

    Mais: eu jamais teria tido a idéia de invadir a SUA casa (real ou virtual) e ficar tentando desqualificar você lá dentro, onde supostamente é o SEU espaço de poder dizer o que pensa... mas quem sabe você tenha me dado uma boa idéia. Ah, essas crianças de hoje, tão criativas...

    ResponderExcluir
  12. Meu o seu vocabulario é muito massa, capaz de deixar esses bando de escrotos no chinelo, viva a capaciadde intelectual de vossa senhoria, aplausos, viva tambem os vegetarianos viva viva...
    isso mesmo sempre proteja com orgulho nosso mundo pois nos somos bando de parazitas na terra q não é nossa

    ResponderExcluir
  13. MORALIDADE: só coma o animal
    que você ama... :-)

    IDIOTA!
    Acho meio ridiculo a sua falta de percepção, pessoas burras.
    Deveriamos comer animais como voce;
    O mais interessante é saber que um humano que tem capacidade de pensar, e pensa dessa maneira, nao sou a favor do vegetarianismo, mas meu caro, me desculpe, animais quevivem de instindo sao mais inteigetes que voce!

    ResponderExcluir
  14. INCRIVEL IDIOTA TU FOI,

    INFELIZ....

    ResponderExcluir
  15. Todos os carnívoros do mundo não comentem ua fração da violência nem fazem uma fração do mal espiritual e psicológico que gente neurótica como vocês faz! (As/os que vêm deixando esses comentários). Vão fazer terapia reicheana, gente - isto é: VÃO APRENDER A GOZAR, o que é uma das funções mais nobres da vida animal... Que é evidente que vcs nunca experimentaram isso DE VERDADE, se não não poderiam estar imersas em tanto azedume e maldade!!!

    ResponderExcluir
  16. Gabriela venceslau29 de jul de 2009 11:04:00

    Desculpe Sr. mas o Sr. alem de ignorante
    não tem menor respeito pelo seu proximo.
    Pode ter certeza que esta imagem foi criada
    com as melhores das intenções,pessoas como
    o Sr. nao conseguiram ver esta imagem na sua realidade nunca.
    aos que descordam da vida vegetariana, desculpa pois ate fazendo um bem ao mundo nos somos questionados de forma tão ridicula nao adiante nada estarmos aki legando nossa tese.
    P.S. antes de dormir pelo menos Reze Se.Ralf vc está precisnado.

    ResponderExcluir
  17. Gabriela venceslau29 de jul de 2009 11:11:00

    Afinal Sr. Ralf o que para o Sr. possa
    Ser um motivo de piada para outros é uma
    opção de vida.
    Se não concorda não exponha sua opinião de forma
    tão baixa.não digo só pela imagem mais sim pelos seus comentarios.
    Se me exedi com algumas palavras, pesso Desculpas.
    Gabriela Venceslau.

    ResponderExcluir
  18. - Eu NÃO fiz piada com a opção de vida vegetariana: fiz piada com uma peça de campanha mal escrita, que dá lugar a ambiguidade.

    - Fazer piada não é o mesmo que ridicularizar. Podem fazer piada à vontade sobre as minhas opiniões de vida. É saudável. Ridicularizar é diferente.

    - Eu NÃO ridicularizei. Nem rebaixei o nível, ao falar de sexo. Não há nada de baixo no sexo tratado com bom-humor e naturalidade. Achar que isso é baixo demonstra que se é vítima da repressão da sexualidade - uma herança da nossa sociedade que em suas consequências é ainda mais destrutiva que o carnivorismo. Não se trata de mera opinião, mas de uma fato cientificamente demonstrado. Quem ainda não entendeu, precisa estudar o assunto antes de opinar. O livro "Repressão Sexual" de Marilena Chauí é uma boa introdução.

    - Tem aparecido um grau de ódio e de destrutividade absoltuamente espantoso nos comentários ao meu post. O meu post não era violento: fazia rir de uma frase mal-formulada, sem em nenhum momento rebaixar as intenções da campanha. Meu ato de bom-humor foi respondido com a maior violência, basta ler os comentários acima. Ora, ESSE tipo de violência impositiva, de quem não admite discordância e nem ao menos uma piada, é que causa o máximo de mal e de sofrimento no mundo. E o psicólogo Wilhelm Reich demonstrou que ele é exercido sempre por pessoas que têm sua sexualidade reprimida. É uma forma de "retorno do reprimido" de forma estragada, destrutiva.

    Então o que eu falo é absolutamente sério: quem não foi capaz de achar graça na brincadeira deve pensar seriamente em se tratar... pois pensa que está fazendo bem para a humanidade e, ao contrário, é um ponto de difusão de tormentos.

    Repito: isso costuma estar diretamente ligado à incapacidade de vivenciar o sexo com a naturalidade e o prazer que a natureza colocou nele. Sentir-se incomodado com referências a sexo é uma mostra segura de que ainda não se é uma pessoa libertadora, e sim uma pessoa opressora, por mais que queira se iludir que é o contrário.

    ResponderExcluir
  19. Puta que pariu...ops desculpa! não pode falar palavrão aqui neh?! rsrsrs
    Mas gente que comentarios são esses? Poxa o cara tá fazendo uma piada com a forma errada de como foi escrito o slogan. Se vocês querem devender opções de vida procurem outro lugar. Porém se querem rir e dununciar mais propagandas que nos façam rir esse pode ser um lugar!

    Véio c tá de parabéns! Eu sou publicitário e achei outra coisa pra rirmos: "Zoofilia"...rsrsrsrs!
    Abraçooo

    ResponderExcluir
  20. Nada a ver, a mensagem é bem clara. Tem pessoas que gostam de procurar pêlo em ovo, chifre em cabeça de cavalo e por aí vai. Quero comprar um adesivo desse e colocar no meu carro, alguem sabe onde vende? Meu e-mail -e luizmakula@hotmail.com.Tornei-me vegetariano há 8 anos e passei a me sentir bem melhor.

    ResponderExcluir
  21. O mundo é essa merda porque as pessoas não deixam de comer carne. Dos 2 a 3% da água potável disponível no mundo hoje, 80%, sim 80%, é utilizada para criação de animais. Os dejetos que eles produzem(mais conhecido como bosta) adivinhem pra onde vai?? Adubar os pastos que tomam lugar da mata nativa que não é. E a comida desses mesmos animais que vocês amam comer? São devastados quilômetros e mais quilômetros para plantar soja que em sua maior parte nem fica aqui no Brasil, é exportada pra alimentar as vacas do exterior. Cara, tem muita coisa pra falar, e isso que o que mais me toca é a parte do sofrimento dos animais... bem chega. Tá feliz em saber que comer carne é um problema mundial?

    A propósito, piadinha legal essa que você fez.

    ResponderExcluir
  22. Já tive uma enorme simpatia pelo vegetarianismo.
    Depois das mensagens que tenho recebido aqui por conta dessa postagem, não há simpatia que resista. Eita turminha BOA pra fazer gol contra, sô!

    Acham que estão me contando alguma novidade com esses dados, como se eu não soubesse disso desde a década de 1970 - sei, e no entanto não mantive minha posição, porque não sou um sujeito que fica parado e com anos de batalha consegui enxergar que o X dos problemas da Terra está loooonge de ser esse.

    Mas a vossa campanha & a vossa simpatia já está a ponto de conseguir mudar algo para melhor no mundo: já estou a ponto de parar de comer animais, sim. E passar a me abastacer de triptofano comendo a carne desses vegetarianos de carteirinha. De garfo & faca mesmo. Juro que nunca havia me atraído a idéia do canibalismo, mas agora vocês estão começando a me fazer pensar que pode ser uma excelente solução...

    ResponderExcluir
  23. assim pessoas q comem carne ajudam isso pare de comer q eles param de matar

    ResponderExcluir
  24. olá...
    meti-me nesta coisa de vegetarianos à dias mas não tenho ajudas :s
    gostaria que alguém me conseguisse ajudar :D
    adicionem-me no msn barbara_23@live.com.pt

    Obrigado :$

    ResponderExcluir
  25. Caro Ralf Rickli

    Antes de mais os meus parabéns pelo seu post. Revela conhecimento da Língua Portuguesa e a devida atenção para detectar falhas, que nalguns casos, podem passar ao lado, mas noutros podem revelar-se um tanto contraditórias. Acho que este caso revela bem como uma mensagem pode ser mal formulada e, com isso, levar a deficiências na sua interpretação. A língua é um conjunto de signos ou códigos e regras que nos permitem comunicar ideias, emoções, conceitos, entre outros. Quando os elementos envolvidos na comunicação (emissor e receptor) conhecem os códigos e as regras e não houver interferências de outra ordem, a mensagem pode ser passada com sucesso. Sem contar com as interferências à comunicação, como por exemplo o ruído, podemos afirmar que a falta de conhecimento do código linguístico do emissor ou do receptor podem tornar difícil ou errada a compreensão da mensagem. Para dar um exemplo, o banner que apresentou neste post é, claramente, um caso de desconhecimento da língua por parte do emissor ou falta de atenção na formulação da mensagem, o que pode levar à consequente má interpretação. É óbvio que conseguimos ultrapassar essa falha e compreender a real intenção de quem criou o cartaz. No entanto, nem sempre é fácil ultrapassar estes problemas da comunicação. Quanto ao problema residir no conhecimento ou desconhecimento da língua ao nível do receptor, podemos facilmente perceber que isso nos pode conduzir a uma série de más interpretações pelo extenso número de críticas que recebeu aqui no blog relativamente a esta mensagem. Para além da notória a falta de conhecimento da língua, o nível de profundidade com que ela se manifesta revela a sua gravidade. Eu sou vegetariano e é comum ser verbalmente agredido na minha identidade e valores por muitos omnívoros. No entanto, pelos comentários que vi neste blog foi evidente que a falta de respeito e a falta de educação não são características de um ou outro tipo de regime alimentar, mas sim da ignorância, do preconceito e da falta de valores. Com isto quero dizer que enquanto vegetariano não me senti de forma alguma agredido pelo seu post, acho mesmo que teve bastante sentido de humor. Os meus parabéns por ter conseguido manter o nível do seu discurso perante mentalidades tão medíocres. Peço desculpa pela extensão da minha mensagem mas só assim poderia equilibrar esta balança.

    Obrigado, João Varela.

    ResponderExcluir
  26. Entendi o seu ponto de vista, mas se vc quiser entender por esse lado, na verdade vc entendeu muito bem...bota essa foto p zombar rir, achar graça...o mundo não é uma merda!!!
    as pessoas que são...são covardes, crueis.
    e vc está sendo cruel, vc perde seu tempo com esses comntarios torpes, agora se fosse para defender os animais não o faria.
    vc é mais um perdido
    eu tenho o objetivo na minha vida salvar os animais , ficar em paz com a natureza, saber que eu estou fazendo um bem p mim e p eles.
    ah so um detalhe se vc estivesse, vamos supor,perdido em alguma floresta e se deparasse com um animal ( leão, urso, tigre) vc sem nd para se defender, apenas seus punhos, braços. o que faria, pediria socorro a Deus provavelmente ( pq nessa situação o até o ateu acaba pedindo socorro a Deus e tendo fé)então, vc seria igual x igual e so por um milagre para ser salvo, n ser devorado, morto pelo animal.então quandfo o homem tem armas sabe enfrentar o animal agora desarmado ele é um grande covarde!

    ResponderExcluir
  27. Eu realmente não teria problemas em comer carne humana, sinceramente. :)
    Mas só a humana.

    ResponderExcluir
  28. Uma demonstração de que existem vários pontos-de-vista, isto é, o observador escolhe o ângulo.
    O ângulo que escolho é não comer nenhum tipo de bicho, já que existem muitas outras alternativas alimentares: não é o caso de consumir proteína animal pela sobrevivência (ok, aquele pessoal lá nos Andes comeu carne humana na falta de outra coisa... mas aí é outro ângulo da história, não?). Abraços de uma vegetariana , extensivos aos carnívoros, onívoros, enfim a todos os seres humanos imperfeitos (assim como eu) que habitam o planeta!

    ResponderExcluir
  29. Isto que é mente pensativa hein?! há há
    ***
    Te convido a conhecer um blog que pode te deixar ainda mais pensante: www.franpagedois.blogspot.com
    ***
    Um abraço
    Fran (www.franpage.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  30. Ralf!

    Certamente não concordo com os comentários agressivos, mas espero que tenha em mente que colocou na brincadeira um tema que não pode ser desprezado e nem tratado sem a devida importância.

    Também analisei o mesmo banner, com uma outra visão, e que encontra outras falhas numa visão da ética vegana. aqui está o posto, se interessar:

    http://apatiahumana.wordpress.com/2010/05/24/o-problema-de-nao-dar-espaco-para-a-razao/

    abraço,
    Vinicius

    ResponderExcluir